-   -  Saturday 18th of November 2017 -  www.kaluach.org

Quem esta on-line

Nós temos 59 visitantes online

Facebook Friends

Connect with Facebook
Massaêi PDF Imprimir E-mail
Escrito por Paulinho Rosenbaum   
Qua, 15 de Julho de 2009 01:48
AddThis Social Bookmark Button

COLOCANDO AS CRIANÇAS NA FRENTE DOS BOIS

A parashá Massaêi delineia as fronteiras de Israel conforme o povo judeu vai marchando rumo á terra prometida por Hashem.  Massaêi quer dizer andanças. O singular é Massá. De cara, as tribos de Gad e Reuven pedem a Moshé rabeinu para ficarem do lado Leste do rio Jordão, porque as terras eram melhores para o seu gado e para criar suas crianças.

Moshé ficou assombrado com essa turma e deu uma coça neles, tipo:

" Vossos irmãos vão lutar por Israel e vocês querem ficar do outro lado do Jordão, no bem bom? E que negócio é esse de pedir pastagens para vosso gado e só depois uma para criar vossos filhos? Façam o que é importante primeiro e depois o secundário: ergam uma comunidade saudável para os vossos filhos e só depois se preocupem com o sustento (do comentário de Rashi)."

O Maharal de Praga, rabino historiador-cabalístico que viveu há uns trezentos anos atrás, deu uma razão enorme a Moshé e ainda arredondou o fato:

"O dinheiro tem vários nomes e significados. A palavra hebraica para dinheiro é Késsef, o mesmo que Prata. A palavra Késsef também significa paixão, atração. Se a pessoa quer dinheiro porque se sente atraída por ele, então deve se elevar espiritualmente primeiro e se afastar dessa paixão. Mas se usa o dinheiro para fins espirituais, como trazer a paz em casa, deixar a família contente e sem faltar nada, dar uma boa educação para os filhos, ganhar o suficiente para que possa se elevar moral e espiritualmente e crescer como pessoa, então deve fazer os esforços necessários para isso e será beneficiado por Hashem" (A visão do Judaísmo segundo o Maharal de Praga, rabino Zeêv Zelcer, Israel 1985. Tradução livre do hebraico)

Por essa razão as parashíot Matot e Massaei são consecutivas.

A união e a preocupação mútua entre todos os judeus, os interesses das nossas comunidades e o delineamento dos nossos objetivos enquanto nação guiada pela Torá, vem em primeiro lugar.

Só daí vem o bem estar familiar e individual de cada um, que também são importantes e jamais devem ser negligenciados. Sempre deu certo assim.

Os pára-quedistas do Exército de Israel fazem uma Massá (marcha) de uns cem quilômetros até o Kotel HaMamaravi, o Muro das Lamentações em Jerusalém, onde recebem sua boina vermelha. Deram suas vidas para libertarem o Kotel, por isto sacramentam seu serviço militar ali.

Terminando sua Massá no Kotel, os pára-quedistas de Israel nos ensinam que o exército é um meio (quando já não há outro), mas que os fins são espirituais e puros em conteúdo.

Hashem nos ajuda sempre que escolhemos os fins certos e os meios apropriados.

Guerras não estão e nunca estiveram nos planos do povo judeu.

Porque somos guiados por Hashem (D´us), cujo nome é Shalom.

Shalom tem o mesmo valor numérico de Zehu Mashiach (Isto/este é o Mashiach) = 376.

Estamos te esperando hoje mesmo, Mashiach. Pode chegar que a terra é sua.

E vamos continuar te esperando todos os dias, mesmo se você demorar.

 

 

LAST_UPDATED2
 

Banners

Banner


Guper, website, sistemas web e mídias sociais