-   -  Saturday 19th of June 2021 -  www.kaluach.org

Quem esta on-line

Nós temos 32 visitantes online

Facebook Friends

Connect with Facebook
Home Convidados A Secreta Limpeza Étnica dos Palestinos
Adicione no Facebook Adicione no MySpace Siganos no Twitter Veja os videos no Youtube
A Secreta Limpeza Étnica dos Palestinos PDF Imprimir E-mail
Escrito por Paulinho Rosenbaum   
Ter, 18 de Agosto de 2015 12:27
AddThis Social Bookmark Button

A Secreta Limpeza Étnica dos Palestinos

por Khaled Abu Toameh •  14 de Agosto de 2015

  • De acordo com o pesquisador, muitos palestinos capturados pelas milícias xiitas no Iraque estão sendo cruelmente torturados e forçados a "confessar" seu suposto envolvimento com o terrorismo. Desde 2003, o número de palestinos naquela região despencou de 25.000 para 6.000.

     

  • O mais interessante de tudo é a total indiferença das organizações internacionais de direitos humanos, da imprensa e da Autoridade Palestina (AP) em relação aos abusos cometidos contra os palestinos nos países árabes. Os jornalistas internacionais não se importam com os palestinos do mundo árabe porque não se trata de reportagens que possam culpar Israel.

  • As Nações Unidas e outros organismos internacionais obviamente não ouviram falar da limpeza étnica de palestinos no mundo árabe. Eles também estão tão obcecados com Israel que preferem não saber do sofrimento dos palestinos que vivem sob regimes árabes.

     

  • Os líderes da AP dizem estar determinados a ingressar com ações de "crimes de guerra" contra Israel no Tribunal Penal Internacional. Entretanto, quando se trata de limpeza étnica e tortura de palestinos em países árabes como Iraque, Síria e Líbano, eles preferem fazer vista grossa.

  • Um árabe matando ou torturando outro árabe não é matéria que valha a pena ser publicada em um jornal de grande circulação no Ocidente. Porém, quando um palestino reclama das autoridades israelenses ou de colonos judeus, muitos jornalistas ocidentais não perdem tempo para cobrirem esse "importante" acontecimento.

  • Como se não bastasse os países árabes menosprezarem os palestinos, eles também querem que eles (palestinos) sejam unicamente problema de Israel. Desde 1948 os governos árabes vêm se recusando a aceitar que os palestinos se fixem permanentemente em seus países e se tornem cidadãos com os mesmos direitos dos nativos. Agora esses países árabes também estão matando e torturando os palestinos e sujeitando-os à limpeza étnica, tudo isso está acontecendo enquanto líderes mundiais continuam enfiando suas cabeças na areia, apontando o dedo acusador contra Israel.

Parte do campo de refugiados palestinos de Yarmouk, perto de Damasco na Síria, após ser devastado pelos combates. (imagem: captura de tela de vídeo da RT)

Não é segredo para ninguém que a maioria dos países árabes vem maltratando seus irmãos palestinos sujeitando-os a uma série de legislações discriminatórias do tipo Apartheid, que não raramente lhes negam direitos básicos.

Em países como Iraque, Líbano, Jordânia, Egito e Síria, os palestinos são tratados como cidadãos de segunda e terceira classe, fato este que têm forçado muitos deles a procurarem uma vida melhor nos EUA, Canadá, Austrália e diversos países europeus. Em consequência disso, hoje muitos palestinos se sentem indesejados em seus países de origem bem como em outros países árabes.

LAST_UPDATED2
 

Banners

Banner


Guper, website, sistemas web e mídias sociais