-   -  Saturday 19th of June 2021 -  www.kaluach.org

Quem esta on-line

Nós temos 25 visitantes online

Facebook Friends

Connect with Facebook
Parasha Bereshit PDF Imprimir E-mail
Escrito por Paulinho Rosenbaum   
Sáb, 25 de Outubro de 2008 21:40
AddThis Social Bookmark Button

BERESHIT – toda a Torá num pé só.

Uma vez um romano queria se converter ao Judaísmo. Daí ele chegou para o Rabi Shamai, um dos maiores de Israel na época e perguntou: "- O rabino pode relatar toda a Torá enquanto fica num pé só?"

Rabi Shamai o fez chispar dali na hora a pauladas, por engraçadinho.

Entendamos a posição do Rabi Shamai, por favor: a Torá é um oceano de conhecimento, existem livros e mais livros somente sobre o significado da palavra Bereshit - a palavra que abre a Torá. Entao o cara chegar e querer ser judeu enquanto fica num pe so, seria muito pra cabeca, sob a perspectiva de Rabi Shamai.

Mas nosso amigo não se deu por vencido e foi consultar o Rabi Hilel, de uma escola talmudica mais inclusiva e ao mesmo tempo concorrente a de Rabi Shamai, embora fossem grandes amigos.

- Rabi Hilel se incomoda em me relatar toda a Torá enquanto fica num pé só?

- Pois nao, meu querido: Não faça aos outros aquilo que não deseja que facam a você. O resto é comentário. Agora vai e estuda - respondeu Hilel

Isso fez com que nosso amigo decidisse se converter e encarar os anos de estudo que levam uma pessoa para dentro do seio do povo judeu, caso aceite toda a Torá.

Rabi Hilel tambem sabia ser a Torá um oceano de conhecimento, mas preferiu responder ao nosso amiguinho “num pé só” que a coluna mestre da Torá é o comportamento.

 

A Torá abre com a palavra Bereshit, que num “pé só” traz dentro o significado da Torá, sendo nescessario o estudo conseguinte para entedermos para que nos foi dada.

 

Um dos maiores mestres da interpretação dos segredos contidos no texto da Torá foi Rashi.

 

Rashi viveu na França, uns mil anos atras. Ele analisou com eximio talento o texto da Torá de todas as formas que conhecia, da Gramática a Cabalá, dos Profetas ao Talmud.

 

Por isso seu comentário aparece na maioria dos Chumashim (Lei de Moisés, ou Torá Escrita).

 

Quando que a Torá abre e diz:

"Bereshit bara Elo-him et hashamayim ve et haaretz…"

(no inicio, D'us criou o Céu e a Terra…)

Rashi interpela a Torá e fala em nome de um rabino do Talmud:

 

Assim disse Rabi Ytzchak: " - Porque a Torá tem de começar com o relato da Criação do Mundo ao inves de começar enumerando as obrigaçoes do homem perante D'us?"

 

O próprio Rashi responde: " - Para que as futuras gerações não digam que o povo de Israel afanou a terra dos outros povos que lá estavam. D'us criou todo o universo e deu a terra (de Israel) a quem lhe pareceu direito. Assim, a deu a outros povos, a tirou destes (por mal comportamento) e a deu ao povo de Israel."

 

Aqui já temos um indicativo da resposta de Hilel: tudo é uma questão de comportamento.

 

Hashem criou o mundo para que o homem viva nele e se aprimore.

 

Isso decide tambem que Nação fica em que pedaço de terra, como e quando.

 

Até o povo de Israel, para quem Hashem jurou dar a Terra de Israel para sempre, teve seus momentos de exilío, que em alguns casos se estende até hoje.

 

O que faria então com que ficássemos com a terra de Israel para sempre, numa boa e de bem com D'us e todo o mundo?

 

A resposta já foi dada no início deste Tropicasher.

 

O resto é comentario.

 

Agora vai e estuda.

 

LAST_UPDATED2
 

Banners

Banner


Guper, website, sistemas web e mídias sociais