-   -  Saturday 19th of June 2021 -  www.kaluach.org

Quem esta on-line

Nós temos 31 visitantes online

Facebook Friends

Connect with Facebook
Parashá da Semana: Ekev PDF Imprimir E-mail
Escrito por Paulinho Rosenbaum   
Dom, 02 de Agosto de 2009 01:54
AddThis Social Bookmark Button

FAÇA SOZINHO: VELA DE AZEITONA

Tem programa na TV que ensina a fazer apetrechos em casa a partir dos objetos mais estapafúrdios, tais como desentortador de banana a partir do tubinho de cartolina que fica quando acaba o papel higiênico. Pois vamos mostrar a você a essência desta parashá através de uma experiência caseira (não faça em casa, é só um exemplo):

  1. Pegue duas azeitonas secas com cabinho.
  2. Coloque-as num castiçal como se fossem velas de Shabat.
  3. Agora acenda os cabinhos e ilumine fartamente o ambiente.

   - Seu Tropicasher, fiz a experiência e não deu certo. Os cabinhos torraram em dois segundos e as azeitonas queimaram no topo deixando um cheiro estranho na sala.

 -  Isso já era esperado, afável leitor. O Maharal de Praga explica porque:

Na parashá desta semana, a Torá diz: "Compreenda com seu coração que Hashem nos repreende assim como um pai repreende a seu filho" (Devarim, 8:5)

O Maharal explica que Hashem nos envia toda a sorte de testes, provas e sofrimentos para desabafar e fazer notar a parte espiritual e verdadeira que está dentro de nós.

Hashem precisa desabafar nossa alma, caso contrário deixaremos este mundo sem realizar nossa missão e chegaremos ao Mundo Superior espiritualmente insanos.

Para quem sempre se pergunta porque as pessoas sofrem, é por isso.

O sofrimento amortiza os débitos que a alma tem com Hashem por ter se entregue somente aos deleites do corpo neste mundo e não ter procurado se remendar.

Por esse motivo temos tantas mitsvót relacionadas com meios materiais, como comer bem e vestir roupas bonitas no Shabat e Yom Tov, colocar Tefilin e dar Tsedacá (ajudar o próximo).

Todo benefício material que não vem acompanhado de benefício espiritual debilita a alma.

As azeitonas não acendem a menos que sejam prensadas e convertidas em azeite.

O ser humano não ilumina o mundo com sua alma a menos que esta seja prensada e refinada por Hashem. Isso se dá através dos testes que passamos todos os dias.

Quando não passamos por um teste, Hashem nos envia o sofrimento para compensar, zerar nossa conta espiritual e nos fazer evoluir.

Caso contrário, deixaremos este mundo com uma conta que não poderemos saldar.

O Talmud diz que alguém que passa 40 dias sem sofrimento algum está na pior.

Hashem já lhe está pagando neste mundo tudo o que a pessoa merece.

Quando ela chegar no outro mundo é que o taxímetro das boas ações começa a andar.

Mas no outro mundo não se pode mais fazer, só receber benefícios do que fizemos neste.

O azeite de oliva é belo e cheiroso, dá sabor à comida e ilumina nossas vidas.

Agora pergunta prá azeitona o que ela sentiu quando a espremeram.

Provavelmente o mesmo que sentimos quando sofremos.

O sofrimento deve ser passageiro e a alegria eterna.

Se a gente se liga em Hashem quando sofre, pedindo a ele que nos alivie a carga e que nos mostre o que temos de fazer para evoluir, Ele o fará, pois só quer o nosso bem. Assim como nenhum de nós nutre ódio por quem expreme as azeitonas, mas ama o azeite que delas provém.

O Tropicasher é enviado para milhares de pessoas em todo o mundo graças ao apoio importantíssimo dos Tropichaverim. Seja um Tropichaver, apoiando uma seção ou página do Tropicasher.

Você pode ser um tropichaver virtual enviando nossos artigos ou endereço eletronico ao seu mailing ou pessoas interessadas: www.tropicasher.com.br

* CHAVER em hebraico quer dizer: AMIGO. Vem do hebraico LECHABER, que quer dizer UNIR.  A Internet proporciona a possibilidade de unir corações com uma palavra de Torá amiga, alegre e diversificada. Obrigado por ler o Tropicasher e associar-se à nossa causa. Shalom!

 

LAST_UPDATED2
 

Banners

Banner


Guper, website, sistemas web e mídias sociais